top of page

Buenos Aires em 3 dias: o que fazer?

Updated: Jul 15, 2022

Você sabia que Buenos Aires é um ótimo destino para os brasileiros? Pois é, ele se torna um destino requisitado devido a sua proximidade e acessibilidade!


Apenas 3 dias é suficiente para conhecer as suas principais maravilhas. Por isso, hoje nós vamos dar dicas e sugestões do que você pode fazer em três dias em Buenos Aires!



Porque ir para Buenos Aires?

Como já falamos, Buenos Aires é um lugar próximo do Brasil mas, além disso, você consegue visita-lo só com o seu RG - sem passaporte!


Ainda, você não precisa ter conhecimentos de outras línguas, pois lá (mesmo que eles falam espanhol) o bom e básico português é suficiente para você se virar na cidade.


O que saber antes de ir PARA BUENOS AIRES


Clima

É muito importante a gente ter conhecimento do clima que vamos encontrar no destino escolhido, até para saber o que colocar na mala sem ter risco de esquecer nada importante.


O clima de Buenos Aires é subtropical, semelhante ao do sul do Brasil, quente e úmido no verão e seco e frio no inverno.


A melhor época para se visitar Buenos Aires é na primavera, quando as tardes são agradáveis e as noites não são tão frias.


Transporte

Outro ponto importante é o transporte. Lá existe a possibilidade de você se transportar de ônibus, metro, aplicativos de celulares, e de bicicleta. Também é possível alugar carros - tudo depende das suas condições.


Porém, importante dizer que dependendo do local da sua hospedagem e pontos de visitação escolhidos, você consegue fazer tudo a pé.


Mais algumas dicas importantes:

  • Bicicleta: A Prefeitura tem seu próprio programa de bicicletas como transporte público e basta você baixar o app EcoBici para conseguir sua bicicleta e locomover-se pela cidade

  • Táxis: Os táxis funcionam mais ou menos como no Brasil, você pode chama-los direto da rua ou por telefone. É bom lembrar que existe uma tarifa, a flag drop, que é um preço adicional que você paga pela distância e o tempo.

  • Ônibus Metrô: Para você utilizar esses serviços é preciso fazer o cartão "Tarjeta Sube".


O que visitar?

Ta mas e o que fazer em Buenos Aires? A seguir tem uma lista de lugares, pontos turísticos e principais informações sobre cada lugar. Assim você consegue construir um roteiro muito mais fácil e do seu jeitinho, priorizando o que lhe agrada mais.



📍 Tres de Febrebo Park:

O parque 3 de fevereiro, também conhecido como “Os bosques de Palermo” é uma área de 25 hectares repleta de arvorismos. O parque abriga diversas possibilidades ao público e com certeza é um local que você não pode deixar de visitar ao conhecer Buenos Aires! Ele fica localizado na Avenida Sarmiento entre a Avenida Del Libertador e Rua Figueroa Alcorta.


A entrada no parque é livre, mas ele possui algumas atrações pagas. Você consegue ocupar uma tarde toda apenas visitando o parque todo, ou pode selecionar apenas alguns locais. Veja algumas possibilidades:


Rosedal: possuí mais de 8.000 rosas e um lago que o cerca, a entrada é livre e ele abre às 8h, mas no verão fecha às 20h e no inverno às 17h.


Monumento a Chapéuzinho Vermelho


Pátio Andaluz


Planetário: O Planetário possui várias atrações as visitas guiadas podem ser feitas na Segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira as 11h e Sábados e domingos as 10h e 11h. A entrada custa 300 pesos argentinos.


Jardim Japonês: Lá, é possível observar bonsais, espelhos d'água, carpas e vegetação típica do Japão. Ele funciona de segunda a domingo das 10h às18h. A entrada custa 200 pesos argentinos.


Jardim Botânico


Hipódromo


📍 Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires (MALBA):

Ele está aberto de segunda a sexta das 12:30h ás 20:30h, e fecha na terça, final de semana e feriados. A entrada custa 700 pesos argentinos e alunos, professores e aposentados credenciados podem pagar 350 pesos argentinos.




📍 Museu Evita:

O Museu Evita detalha a vida de Eva Perón por meio de filmes, fotografias e uma coleção de itens pessoais. Existe visitas guiadas para grupos em inglês, espanhol e português, porém requer reserva prévia e um mínimo de 10 pessoas. Elas são feitas de terça a domingo, das 11h às 18h. A entrada custa 315 pesos argentinos.


📍 Floralis Genérica:

A Floralis Genérica é uma escultura metálica em forma de flor situada na Plaza de las Naciones Unidas, presenteada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano. Ela fica exposta ao público.

📍 Plaza Francia:

A Plaza Francia é uma praça pública no bairro de Recoleta, espaço muito bonito com uma área verde e algumas esculturas para você caminhar e apreciar.


📍 Centro Cultural Recoleta:

Funciona como centro de exposições, espetáculos e atividades itinerantes. Ele funciona de terça a sexta das 12:30h às 21h, e final de semana e feriado das 10:15h às 21h. A entrada é livre.


📍 Basílica de Nuestra Señora del Pilar:

A basílica possui em seu interior imagens artísticas, como a de São Pedro de Alcântara.


📍 Biblioteca Nacional:

A Biblioteca Nacional da Argentina é a maior biblioteca do país e reúne, em suas coleções, uma das fontes bibliográficas mais importantes das Américas. Ela está aberta de segunda a sexta das 9h às 21h.


📍 Plaza de Mayo:

A Praça de Maio é a principal praça do centro da cidade, e todos os dias às 18h tem a cerimônia de recolhimento da bandeira com banda e soldados.


📍 Casa Rosada:

Casa Rosada é a sede da presidência da República Argentina. As visitas podem ser feitas nos sábados e domingos das 10h às 17:30h de forma gratuita, com a reserva prévia de 15 dias.


📍 Catedral Metropolitana:

A catedral é a principal igreja católica da cidade, em seu interior, composto por cinco naves, está o mausoléu do libertador argentino, general San Martín. Ela funciona de segunda a sexta das 07:30h às 18:45h e finais de semana das 09h às 19h.


📍 Avenida 9 de Julho:

Com 140m de largura, é considerada uma das avenidas mais largas do mundo.


📍 Obelisco:

O Obelisco de Buenos Aires é monumento histórico nacional de 67m de altura, considerado símbolo portenho.


📍 Calle Florida:

A Rua Florida é o centro comercial mais famoso da cidade.


📍 Libreria El Ateneo:

Essa livraria de Buenos Aires é conhecida por ser a segunda livraria mais bonita do mundo. Seu horário de funcionamento é de segunda a sexta das 9h às 20h e sábados das 10h às 18h.


📍 Cemeterio de la Recoleta:

O cemitério da Recoleta é considerado um dos cemitérios mais bonitos do mundo, repleto de monumentos e mausoléus feitos por artistas reconhecidos, como o escultor La Mora. Ele funciona das 8h às 17h. A entrada para estrangeiros custa 1.400 pesos.


📍 Feira da Recoleta:

A feira ocorre no bairro Recoleta e é onde mais de cem artesãos expõe o seu trabalho. Ela funciona aos finais de semana e feriados das 11h às 20 h.

📍 El Caminito:

Museu a céu aberto com um grande valor cultural e turístico, principalmente pela influência do tango.


📍 Calle Garibaldi:

Rua dividida por trens, de onde é possível avistar a edificação genuína do bairro.


📍 Feira de san Telmo:

É uma feira de antiguidades e atrações ao ar livre, como shows de tango e teatro, ele funciona apenas nos domingos das 09h às 18:30h.


📍 Plaza Dorrego:

A Plaza Dorrego é a segunda praça mais antiga de Buenos Aires.


📍 Puente de la Mujer:

Puente de la Mujer é uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, uma ponte retrátil com 160m de comprimento e 5m de altura, inaugurada em 2001.


📍 Museu Fragata Sarmiento:

Esta fragata de treinamento da marinha foi construída em 1898 e restaurada e transformada em museu náutico. Ele funciona de segunda a domingo, das 10h às 19h. A entrada custa 20 pesos argentinos.



Ufa, por hoje é isso! Aproveite as dicas e comece a planejar sua viagem para Buenos Aires usando as informações que acabou de aprender! Já foi para Buenos Aires e tem outras dicas para os futuros navegantes? Conta para a gente nos comentários.





Comments


bottom of page